Projeto de acessibilidade a cadeirantes em praia é lançado em Aragarças

image_pdfGerar PDFimage_printImprimir

A Associação de Deficientes Físicos do Vale do Araguaia (Adefiva) lançou o projeto Praia Acessível, na manhã desta sexta-feira (12), na praia Quarto-Crescente. Agora, fica disponível duas cadeiras especiais anfíbias, que podem ser usadas em superfícies de areia e água.

O projeto foi apresentado na ocasião da visita do presidente Jair Bolsonaro (PSL), em Aragarças, no dia 5 de junho, e é lançado agora, durante a alta temporada. As cadeiras foram conquistadas com o apoio da prefeitura do município, que mediou o contato da Adefiva com o presidente da Goiás Turismo, Fabrício Amaral.

Segundo o idealizador do projeto e presidente da Adefiva, o cadeirante Guilherme Bispo, a iniciativa também está sendo introduzida na Temporada de Praia de Aruanã, a 260 km de Aragarças. “Tudo começou daqui. O desejo de desfrutar do rio também como os demais. É importante que tudo seja universal, que tenha acesso para todos. É essa a nossa missão.”

Além da doação das cadeiras realizada pelo Goiás Turismo, o Praia Acessível é apoiado pela Unimed de Goiânia e pela prefeitura de Aragarças. A madrinha do projeto, Denise Pirani, revela que quer buscar mais parceiros para expandir a iniciativa. “A gente tem a intenção de levar o projeto, se tiver apoio do poder público de Barra do Garças, também para as Águas Quentes.”

Para o prefeito José Elias (Pros), que também acompanhou o lançamento do projeto, a iniciativa oferece conforto e segurança às pessoas com mobilidade reduzida que quiserem desfrutar da praia. “Com essas cadeiras, vamos dar condições para que os cadeirantes de Aragarças também circulem pela areia e possam entrar na água protegidos.”

Duas cadeiras anfíbias estarão a disposição na Quarto-Crescente. Para que a pessoa com mobilidade reduzida tenha acesso a elas, basta procurar o posto do Corpo de Bombeiro na praia. (Por: Kayc Alves/Da Redação)

Compartilhe

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *