Ministro de Infraestrutura vai estar em audiência sobre obra da Fico, em Água Boa

image_pdfGerar PDFimage_printImprimir

Ministro da Infraestrutura Tarcisio Gomes de Freitas

Confirmado oficialmente, o ministro de Infraestrutura, Tarcísio Gomes, vai comparecer à audiência pública sobre a Ferrovia de Integração do Centro Oeste (FICO), nesta sexta-feira (14), em Água Boa. O evento foi requerido pelo deputado estadual Ondanir Bortolini, o Nininho (PSD), e será promovida pela Assembleia Legislativa, a partir das 16h, na Universidade Aberta do Brasil (UAB). Também estar presente o senador Wellington Fagundes (PR), entre outras autoridades.

A audiência prevê duas palestras principais, uma com Tarcísio e outra com o superintendente do Dnit, em Mato Grosso, Orlando Fanaia. Na última semana, o ministro esteve em vídeo publicado em redes sociais, com o senador Fagundes, no qual confirma a assinatura do contrato de construção da Fico.

De acordo com o deputado Nininho, a presença tanto do senador, quanto do ministro são imprescindíveis. “O senador é nosso porta-voz em Brasília, especialmente na área de infraestrutura, e tem conduzido com êxito a pauta da Fico”, destaca. “Contamos com a participação dos prefeitos, vereadores, sindicatos rurais, empresários do agronegócio e da população da região, para debater a integração das rodovias federais e estaduais.”

De grandes proporções, a Fico é uma obra que compreende 383 km, nos estados de Mato Grosso e Goiás. Sua função principal será escoar a produção de grãos para os portos de Santos (SP), de Itaqui (MA) e, no futuro, de Vila do Conde (PA).  Para dar certo, o projeto carecerá de infraestrutura em rodovias estaduais e federais.

“A conclusão da Fico será uma grande conquista para a população do Araguaia. Além de promover a logística, vai levar oportunidade de emprego e desenvolvimento para toda região e, por consequência, ao estado”, ressalta Nininho.

Ao custo de 2,7 milhões de reais, a Fico deve ter sua ordem de serviço assinada ainda este ano, segundo já adiantou o ministro Tarcísio. Se assim for, o início da obra é previsto para 2020. (Por: Kayc Alves/Da Redação)

Compartilhe

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *