Vazamento de delação

image_pdfGerar PDFimage_printImprimir

Uma intensa movimentação de jornalistas no novo escritório do ex-governador Pedro Taques, na semana passada, aumenta a suspeita de que ele pode, de fato, ter sido o responsável pelo vazamento de trechos da delação premiada de seu ex-secretário Permínio Pinto.

Coincidentemente, após as visitas ao local, várias matérias começaram a ser publicadas, revelando o teor de anexos da delação, que está sob sigilo por determinação do Supremo Tribunal Federal (STF). 

Algumas da matérias teriam conteúdo favorável a Taques, conforme a defesa de Permínio, que comunicou à Procuradoria Geral da República e ao STF a suspeita de vazamento e pediu apuração do caso.

Compartilhe

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *