Ministra diz ter DNA mato-grossense

image_pdfGerar PDFimage_printImprimir

Em visita ao Estado nesta semana, a ministra da Agricultura Tereza Cristina lembrou de suas raízes mato-grossenses e elogiou a capacidade produtiva do Estado. 

“Apesar de o meu DNA estar em Mato Grosso e a minha primeira carteira de identidade ter sido tirada aqui em Mato Grosso, não é por isso que eu tenho vindo aqui”, disse a ministra, que já esteve duas vezes no Estado desde que tomou posse, em janeiro.

“Mato Grosso é o maior, o celeiro do agronegócio do Brasil, e é claro que todo ministro da Agricultura tem que estar presente e conhecer os problemas e as coisas boas de Mato Grosso. E mostrar para o mundo as boas coisas que o Brasil tem, e não levar só mazelas como no passado”, afirmou a ministra em coletiva de imprensa.

Nem todos sabem, mas Tereza Cristina é neta de Fernando Correa da Costa e bisneta de Pedro Celestino, dois ex-governadores de Mato Grosso e que dão nome a ruas importantes de Cuiabá.

Notícias relacionadas mais recentes

Para que serve o Parque Turístico de Pontal? O pequeno município de Pontal do Araguaia, estreitado pelos rios Garças e Araguaia, recebeu no mandato da então prefeita Divina Oda (PSD), recursos ...
Disputa em Pontal poderá ser entre três candidatos... Pelos menos três nomes já aparecem nos debates informais e outros de botequins pelas quadras da cidade de Pontal do Araguaia. Graças à morosidade da ...
Compartilhe

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *